Pretensões à universalidade

(em português-br) ““Para Descartes e para Kant, a universalidade significava racionalidade, mas seu critério era, para um, a evidência das intuições, para o outro, a necessidade das proposições. Nós rejeitamos esses dois critérios e, aliás, não acreditamos que uma posição filosófica possa jamais realizar efetivamente a unanimidade das mentes, nem no presente, nem, a fortiori, … Continuar a ler

O pensamento filosófico segundo Chaïm Perelman.

(em português-br) “Toda filosofia é apenas, como afirma Derrida, seguindo Nietzsche, a utilização enganosa de uma verdade absoluta e abstrata, enquanto se situa de fato no prolongamento de um mito? Ela é, ao contrário, escolha e desenvolvimento de uma metáfora viva, como pretende P. Ricoeur? Pouco importa. O que é certo é que o pensamento filosófico, não podendo ser … Continuar a ler

O auditório universal conforme Chaïm Perelman

(em português-br) “… ocorre necessariamente que o auditório universal ao qual se presume que nos dirigimos coincide, de fato, com um auditório particular que conhecemos e que transcende as poucas oposições das quais temos atualmente consciência. De fato, nós nos fabricamos um modelo de homem – encarnação da razão, da ciência particular que nos preocupa … Continuar a ler