Não somos realmente eleitores

(em português-br) «A “industria politica” – isto e, a criação da imagem dos políticos pelos meios de comunicação de massa para a venda do político aos eleitores-consumidores -, aliada a estrutura social do pais, um imaginário politico autoritário. As lideranças políticas são sempre imaginadas como chefes salvadores da nação, verdadeiros messias escolhidos por Deus e … Continuar a ler

Para ganhar a individualidade civil

Para Rousseau (1712-1778), o soberano é o povo, entendido como vontade geral, pessoa moral, colectiva, livre e corpo político de cidadãos. Os indivíduos, pelo contrato, criaram-se a si mesmos como povo e é a este que transferem os direitos naturais para que sejam transformados em direitos civis. Assim sendo, o governante não é o soberano, … Continuar a ler

teoria da reminiscência, o mito de Er.

[Platão (428 – 347 AC)] […] é um grande escritor e usa nos seus escritos um procedimento literário que o auxilia a expor as teorias muito difíceis. Assim, para explicar a teoria da reminiscência, narra o mito de Er. O pastor Er, da região da Panfília, morreu e foi levado para o Reino dos Mortos. … Continuar a ler

Verdade

Em grego, verdade diz-se aletheia, significando: não-oculto, não-escondido, não-dissimulado. O verdadeiro é o que se manifesta aos olhos do corpo e do espírito; a verdade é a manifestação daquilo que é ou existe tal como é. O verdadeiro se opõe ao falso, pseudos, que é o encoberto, o escondido, o dissimulado, o que parece ser … Continuar a ler

Definição (exortadora…)

“Se abandonar a ingenuidade e os preconceitos do senso comum for útil; se não se deixar guiar pela submissão às ideias dominantes e aos poderes estabelecidos for útil; se buscar compreender a significação do mundo, da cultura, da história for útil; se conhecer o sentido das criações humanas nas artes, nas ciências e na política … Continuar a ler