Criticar os resultados da democracia…

(em português-br) “Quando as atividades do governo moderno produzem resultados globais que poucos desejaram ou previram, encara-se isso em geral como uma caracteristica inevitável da democracia. É dificil afirmar, no entanto, que essa evolução dos acontecimentos usualmente corresponda aos desejos de qualquer grupo identificável de pessoas. Aparentemente, o processo específico por nós escolhido para averiguar … Continuar a ler

Desobediência civil

(em português-br) J. Rawls define a desobediência civil como: […] um público, não violento, consciente e não obstante um ato político, contrário à lei, geralmente praticado com o objetivo de provocar uma mudança na lei e nas políticas de governo. Agindo dessa forma, alguém se dirige ao senso de justiça da maioria da comunidade e … Continuar a ler

“O Consenso de Washington foi usado ao redor do mundo para consolidar o receituário de carácter neoliberal”

clic pic “O Consenso de Washington foi usado ao redor do mundo para consolidar o receituário de caráter neoliberal”

Personalidade do mês de Fevereiro de 2012: Ayn Rand, escritora e filósofa.

(em português-br) “A ética objetivista defende que o agente tem de ser sempre o beneficiário da sua ação e que o homem deve agir em função dos seus próprios interesses racionais. Porém, este direito resulta da sua natureza de homem e da função dos valores morais na vida humana. Por isso, é apenas aplicável num … Continuar a ler

Arquitects & Engineers for 9/11 Truth / Arquitectos e Engenheiros pela verdade do 11 de Setembro

Arquitects & Engineers for 9/11 Truth / Arquitectos e Engenheiros pela verdade do 11 de Setembro

Power Hunger (Fome de poder)

Noam Chomsky (n. 1928) Power Hunger (Fome de poder)

We are NOT in the Moody`s | Moody`s, avalia isto!

                                                                               We are NOT in the Moody`s | Moody`s, avalia isto!

O que a democracia significa

“Não podemos continuar com a ideia de que a natureza humana, quando deixada a si mesma, quando libertada de restrições arbitrárias exteriores, tenderá a produzir instituições democráticas que funcionam com êxito. Temos de apresentar a questão pelo outro lado. Temos de ver que democracia significa a crença de que deve prevalecer a cultura humanística; devemos … Continuar a ler

Sindicalismo

“O sindicalismo não é simples sindicalismo revolucionário, que pode significar muitas coisas que nada têm a ver com o primeiro. O sindicalismo é apolítico e anti-político no sentido de desprezar a acção sobre ou através dos órgãos políticos em geral e dos parlamentos, em particular. É anti-intelectual no sentido de desprezar programas construtivos, baseados em … Continuar a ler

Os partidos políticos

“O partido não é, como nos queria convencer a doutrina clássica (…), um grupo de homens que tenciona promover o bem-estar público baseado em algum princípio comum. Essa racionalização é muito perigosa justamente porque é muito tentadora. Em determinadas épocas, evidentemente, todos os partidos adoptarão um conjunto de princípios e plataformas, que podem ser característicos … Continuar a ler

«A democracia é um método político incapaz de ser um fim em si mesmo»

“A democracia é um método político, isto é, um certo tipo de arranjo institucional para chegar a uma decisão política (legislativa ou administrativa) e, por isso mesmo, incapaz de ser um fim em si mesmo, sem relação com as decisões que produzirá em determinadas condições históricas. E justamente este deve ser o ponto de partida … Continuar a ler

Contra ou a favor do método democrático

“Exactamente como não há uma defesa ou uma condenação do capitalismo que seja válida em todas as épocas e lugares, não existe também nenhuma razão geral contra ou a favor do método democrático. E da mesma maneira que acontece com o socialismo, este facto torna difícil argumentar, por intermédio de uma cláusula ceteris paribus, pois … Continuar a ler

Não somos realmente eleitores

(em português-br) «A “industria politica” – isto e, a criação da imagem dos políticos pelos meios de comunicação de massa para a venda do político aos eleitores-consumidores -, aliada a estrutura social do pais, um imaginário politico autoritário. As lideranças políticas são sempre imaginadas como chefes salvadores da nação, verdadeiros messias escolhidos por Deus e … Continuar a ler

Democracia, uma palavra vazia na máquina governamental.

“O votante comum, na medida em que compreenda que é a fonte de poder de todo o exército, marinha, polícia, serviço público etc., sente-se o seu humilde súbdito, cujo dever é, como os chineses costumavam dizer, “tremer e obedecer”. Na medida em que o controlo democrático é remoto e raro, enquanto a administração pública é … Continuar a ler

A democracia não é uma realidade psicológica

“A democracia, tanto na política como na indústria, não é uma realidade psicológica na medida em que o governo ou a gerência sejam considerados como “eles”, um grupo distante que tem seus privilégios e que é natural considerar-se com hostilidade − uma hostilidade que é impotente a menos que assuma a forma de rebelião.” Bertrand … Continuar a ler

«European Union flag upgrade (Optimização da bandeira da União Europeia)»

«European Union flag upgrade (Optimização da bandeira da União Europeia)»

Conium maculatum

 *** A democracia ocidental do nosso tempo parece-nos encerrar um duplo desacerto, pois nem constitui maiorias reais nem escolhe os mais capazes. MR090730 …

A nova descoberta dos social-democratas

“Os social-democratas suecos descobriram [após a década de 1930, com o modelo keynesiano] que o desemprego podia ser reduzido e a economia inteira revigorada se o Estado instaurasse políticas anti-cíclicas, permitindo défices para financiar obras públicas produtivas durante as depressões e saldando as dívidas nos períodos de expansão. A sociedade não estava à mercê dos caprichos … Continuar a ler

Relação entre democracia e liberalismo

“(…) a relação entre democracia e liberalismo: hoje, estamos habituados a usar a expressão liberal-democracia que até nos esquecemos que os liberais puros, desde o inicio do século, sempre consideraram a democracia (e, imaginem, a simples democracia formal), como uma estrada aberta em direcção à perda de liberdade, à revolta das massas contra as elites, … Continuar a ler

A crise do parlamentarismo

“Ainda que o bolchevismo seja contido e o fascismo debelado, a crise do parlamentarismo não será facilmente superada no mundo. Pois ela não nasceu do poder de seus adversários; ela os precedeu e continuará após eles. Essa crise resulta das consequências da moderna democracia de massas, e a sua razão última reside na oposição entre … Continuar a ler