Discurso de Howard Roark em “A Nascente” – Uma súmula do pensamento (redutor?) de Ayn Rand

The Fountainhead/A Nascente – Discurso (Redutor?) de Howard Roark  (Ayn Rand) Legendado português-br

“O mais mortal inimigo do homem”

“Potencialmente, o governo é a mais perigosa ameaça aos direitos do homem: ele mantém o monopólio do uso de força física contra vítimas legalmente desarmadas. Quando irrestrito e ilimitado pelos direitos individuais, um governo é o mais mortal inimigo do homem.” Ayn Rand (1905-1982)

Critérios objetivos para formar as ferramentas de cognição, os conceitos.

(em português-br) “A objetividade começa com a percepção (realization) de que o homem (incluindo todos os seus atributos e faculdades, mesmo sua consciência) é uma entidade de uma natureza específica e que precisa agir conformemente; que não há forma de escapar da lei de identidade, nem no universo com o qual ele lida nem nas … Continuar a ler

Política, preocupação da filosofia.

(em português-br) “No espaço da duração de uma vida humana, duas guerras mundiais devastaram o mundo civilizado inteiro; duas ditaduras de grande porte, na Rússia e na Alemanha, cometeram tais atrocidades que a maior parte dos homens é incapaz de plenamente acreditar no que aconteceu; e o sangrento aumento do mando (rule) pela força bruta … Continuar a ler

Uma visão abrangente da vida

(em português-br) “A filosofia é a ciência que estuda os aspectos fundamentais da natureza da existência. A tarefa da filosofia é fornecer ao homem uma visão abrangente da vida. Essa visão serve como base, como quadro de referência, para suas ações, mentais ou físicas, psicológicas ou existenciais. Essa visão lhe define a natureza do universo … Continuar a ler

As concepções, o que diferencia e caracteriza o homem.

(em português-br) “A consciência do homem compartilha com os animais os dois primeiros estágios de seu desenvolvimento [cognitivo]: sensações e percepções; mas é o terceiro estágio, concepções, que diferencia e caracteriza o homem. Sensações são integradas em percepções automaticamente, pelo cérebro do homem e do animal. Mas integrar percepções em concepções, por um processo de … Continuar a ler

“A razão na epistemologia leva ao egoísmo na ética”

(em português-br) “… Não sou primariamente uma advogada do capitalismo, mas do egoísmo; e não sou primariamente uma advogada do egoísmo, mas da razão. Se alguém reconhece a supremacia da razão e a aplica consistentemente, tudo o mais segue. Isto – a supremacia da razão – foi, é e será a preocupação primária de meu … Continuar a ler

Ayn Rand e o homem como um fim em si mesmo.

(em português-br) “A realização mais profunda da Revolução Americana foi a subordinação da sociedade à lei moral. O princípio dos direitos individuais estendeu a moralidade ao sistema social—como limitação ao poder do Estado, como proteção do homem contra a força bruta do coletivo, como subordinação da força ao direito. Os Estados Unidos foram a primeira … Continuar a ler

O que é a ética objectivista?

(em português-br) “Para a ética Objetivista o critério de valor é a vida humana e o propósito ético de cada indivíduo é sua própria vida. Os três valores fundamentais da ética Objetivista são: Razão, Propósito e Auto-Estima, com suas três virtudes correspondentes: Racionalidade, Produtividade e Orgulho. Racionalidade é o reconhecimento de que só a razão … Continuar a ler

“a sua sociedade está condenada”

“Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo … Continuar a ler

A moralidade em Ayn Rand

(em português-br) “Observemos agora as implicações deste critério de benefício da moralidade na vida do homem. A primeira é a conclusão de que a moralidade é sua inimiga, isto é, ele não tem nada a ganhar com isso, de fato só tem a perder: pode apenas esperar perda autoinfligida, dor autoinfligida e a cinzenta e … Continuar a ler

Ayn Rand interviewed by Mike Wallace1959 (3 parts)

Ayn Rand interviewed in 1959

“O funcionamento do homem ideal”…

(em português-br) “Eu escrevo — e leio — por causa da história… Meu teste básico para qualquer história é: Será que eu gostaria de conhecer essas personagens e observar esses eventos na vida real? Essa história é uma experiência que vale a pena ser vivida por si própria? O prazer de contemplar essas personagens é … Continuar a ler

Personalidade do mês de Fevereiro de 2012: Ayn Rand, escritora e filósofa.

(em português-br) “A ética objetivista defende que o agente tem de ser sempre o beneficiário da sua ação e que o homem deve agir em função dos seus próprios interesses racionais. Porém, este direito resulta da sua natureza de homem e da função dos valores morais na vida humana. Por isso, é apenas aplicável num … Continuar a ler