A relação entre as exportações e o crescimento económico (paper em inglês)

“Utilizing unit root and cointegration techniques, we find out of 96 countries only 8 show unidirectional or bidirectional causality from exports to GDP with positive relationship between the two variables. Causality from GDP to Exports with positive relationship between the two variables is found for only 9 countries.” … Leia o estudo completo aqui

Uma vida livre / Epicuro

(em português-br) ““Uma vida livre (eleútheros bíos) não pode adquirir grandes riquezas, porque isso não é fácil sem se fazer servidor (theteías) das assembléias populares ou de monarcas…” Epicuro (341 BC – 270 BC)

As causas de toda a escolha e de toda a rejeição

(em português-br) ““Não são, pois, [os prazeres das] bebidas nem banquetes contínuos, nem a posse de mulheres e rapazes, nem o sabor dos peixes ou das outras iguarias de uma mesa farta que tornam prazerosa uma vida, mas um exame cuidadoso que investigue as causas de toda escolha e de toda rejeição e que remova as opiniões falsas em … Continuar a ler

Sobre a felicidade

(em português-br) “Consideremos também que, dentre os desejos, há os que são naturais e os que são inúteis; dentre os naturais, há uns que são necessários e outros, apenas naturais; dentre os necessários, há alguns que são fundamentais para a felicidade, outros, para o bem-estar corporal, outros, ainda, para a própria vida. E o conhecimento … Continuar a ler

Noam Chomsky e a austeridade (Mensagem aos leitores portugueses)

Noam Chomsky, a austeriddae e a crise na União Europeia (Mensagem aos leitores portugueses)

Pensões mínimas na UE (em inglês) / Minimum state pensions

In: Sistemas de pensões na União Europeia (em inglês) / Pension systems in the EU

Sistemas de pensões na União Europeia (em inglês) / Pension systems in the EU

Sistemas de pensões na União Europeia (em inglês) / Pension systems in the EU

Que homens haverá melhores do que Cipião, Lélio e Filão?

(em português-br) “(…) I. CIPIÃO: — A princípio, o homem emitia unicamente sons inarticulados e confusos. Depois sua inteligência lhe fez distinguir e separar em partes esses sons; deu, depois, a cada coisa um nome que a distinguisse das outras; e os homens, separados antes, encontraram-se unidos com esse vínculo de simpatia. A própria inteligência, as … Continuar a ler

Nada seria tão semelhante a si mesmo como cada um dos homens a todos os demais

(em português-br) “De tudo aquilo sobre que versam as discussões dos filósofos, nada tem mais valor que a plena inteligência de que nascemos para a justiça e de que o direito não se baseia na opinião, senão na natureza. Isto é evidente se se considera a sociedade e a união dos homens entre si. Pois … Continuar a ler

Discurso de Cícero contra Catilina. Catilinárias.

(em português-br) “Até quando, ó Catilina, abusarás da nossa paciência? Por quanto tempo ainda há-de zombar de nós essa tua loucura? A que extremos se há-de precipitar a tua audácia sem freio? Nem a guarda do Palatino, nem a ronda nocturna da cidade, nem os temores do povo, nem a afluência de todos os homens … Continuar a ler

Sobre a amizade

(em português-br) “Eis aqui os limites nos quais creio poder encerrar a amizade. Que os costumes dos amigos sejam sempre puros, que uma inteira comunhão de bens, de pensamentos, de vontade, exista entre eles. E mesmo se,por infelicidade, um deles necessita de auxílio do outro, em alguma empresa de justiça duvidosa, mas de onde dependa … Continuar a ler

Personalidade do mês de Outubro de 2013: Cícero (106 a.C.- 43 a.C.)

(em português-br) “Assim, após longas reflexões, análises me levaram a concluir que a sabedoria sem eloqüência é pouco útil para os Estados, mas que a eloqüência sem sabedoria é quase prejudicial e nunca é útil.”   Marco Túlio Cícero, em latim Marcus Tullius Cicero (Arpino, 3 de Janeiro de 106 a.C. — Formia, 7 de Dezembro de 43 a.C.), In: A Invenção Retórica, I. 01

A ilusão do homem ocidental

(em português-br) Uma filosofia é algo que não existe sempre em toda comunidade. Muitas comunidades estão satisfeitas com a religião, as crenças comuns, as obrigações comuns que são compartilhadas numa dada comunidade particular. O ideal da filosofia é o de transcender crenças religiosas, de transcender comunidades particulares…; isto significa ir além da comunidade particular. Este é o ideal … Continuar a ler

Excerto de “As Farpas” (Fevereiro a Maio 1878)

“Em Portugal os homens e as mulheres das cidades, os homens e as mulheres do campo acham-se inteiramente ao abrigo das suggestões de idéas e de principios que possam inferir-se das eloquentes palavras de Tyndal e de Jacquemin. Em Portugal todas as palavras que exprimem fortes e sinceras convicções de sciencia ou de simples bom … Continuar a ler

O pensamento filosófico segundo Chaïm Perelman.

(em português-br) “Toda filosofia é apenas, como afirma Derrida, seguindo Nietzsche, a utilização enganosa de uma verdade absoluta e abstrata, enquanto se situa de fato no prolongamento de um mito? Ela é, ao contrário, escolha e desenvolvimento de uma metáfora viva, como pretende P. Ricoeur? Pouco importa. O que é certo é que o pensamento filosófico, não podendo ser … Continuar a ler

O auditório universal conforme Chaïm Perelman

(em português-br) “… ocorre necessariamente que o auditório universal ao qual se presume que nos dirigimos coincide, de fato, com um auditório particular que conhecemos e que transcende as poucas oposições das quais temos atualmente consciência. De fato, nós nos fabricamos um modelo de homem – encarnação da razão, da ciência particular que nos preocupa … Continuar a ler

“Subordinando a lógica filosófica à nova retórica”

(em português-br) Subordinando a lógica filosófica à nova retórica, participo do debate secular que opôs a filosofia à retórica, e isso desde o grande poema de Parmênides. Este, e a grande tradição da metafísica ocidental, ilustrada pelos nomes de Platão, Descartes e Kant, sempre opuseram a busca da verdade, objeto proclamado da filosofia, às técnicas dos retores e dos sofistas, … Continuar a ler

“Adesão a uma verdade objetivamente e universalmente válida”

(em português-br) “Apenas a existência de uma argumentação, que não seja nem coerciva nem arbitrária, dá sentido à liberdade humana, condição de exercício de uma escolha razoável. Se a liberdade fosse apenas adesão necessária a uma ordem natural previamente dada, ela excluiria toda possibilidade de escolha. Se o exercício da liberdade não fosse fundado sobre razões, toda escolha seria … Continuar a ler

Querer persuadir um auditor…

(em português-br) “Querer persuadir um auditor significa, antes de mais, reconhecer-lhe as capacidades e as qualidades de um ser com o qual a comunicação é possível e, em seguida, renunciar a darlhe ordens que exprimam uma simples relação de força, mas sim procurar ganhar a sua adesão intelectual.” Chaïm Perelman (1912-1984) & Olbrechts-Tyteca (1899-1987)

Argumentação persuasiva

(em português-br) “Propomo-nos chamar persuasiva a uma argumentação que pretende valer só para um auditório particular e chamar convincente àquela que deveria obter a adesão de todo ser racional. O matiz é bastante delicado e depende, essencialmente, da idéia que o orador faz da encarnação da razão. Cada homem crê num conjunto de fatos, de … Continuar a ler