Além da própria justiça…

«“(…) Em economia, “dar a cada um segundo seu trabalho” seria justiça, “dar a cada um segundo suas necessidades” seria mais do que justiça. Penso que no espírito humano existem dois sentimentos contrapostos: o sentimento de simpatia, de amor para os semelhantes, que é sempre factor de bem, e sentimento de justiça, que é causa … Continuar a ler

O algoritmo da linguística

“Pela nossa parte, vamos fiar-nos apenas nas premissas que viram seu valor confirmado pelo facto de a linguagem ter efectivamente conquistado, na experiência, seu status de objecto científico. Pois é por esse fato que a linguística (…) se apresenta numa posição-piloto nesse campo em torno do qual uma reclassificação das ciências assinala, como é de … Continuar a ler

"A raça é mais uma entre as funções da cultura"

“Durantetodooséculo XIX e a primeira metade do século XX, perguntámo-nossea raça influenciava a cultura e de que maneiras. Depois de se veri­ficar que o problema posto deste modo era insolúvel, apercebemo-nos agora que as coisas se desenvolvem num outro sentido: são as formas de cultura que os homens adoptam aqui e além, as suas maneiras … Continuar a ler

Estruturalismo: ninguém sabia ao certo o que isso era…

“…no que se refere ao que foi o estruturalismo, não somente nenhum dos autores desse movimento, mas também nenhum daqueles que, por vontade ou por força, receberam a etiqueta de estruturalista sabiam exactamente do que se tratava. Certamente, aqueles que aplicavam o método estrutural em domínios muito precisos, como a linguística, a mitologia comparada, sabiam … Continuar a ler

A linguagem para Roman Jakobson

“A linguagem deve ser estudada em toda a variedade das suas funções. Para se ter uma ideia geral dessas funções, é mister uma perspectiva sumária dos factores constitutivos de todo processo linguístico, de todo acto de comunicação verbal. O remetente envia uma mensagem ao destinatário. Para ser eficaz, a mensagem requer um contexto ao qual … Continuar a ler

Abordagens do conhecimento científico

“Em todas as áreas do conhecimento científico podemos distinguir, de um lado, uma abordagem reducionista, que visa reduzir um fenómeno complexo a simples regularidades, um tempo irreversível a um tempo reversível, a dinâmica ao equilíbrio, a instabilidade à estabilidade, as mudanças estruturais à invariabilidade estrutural e, de outro lado, uma abordagem alternativa não reducionista segundo … Continuar a ler

Comércio externo

“(…) é notável que nem os antigos egípcios nem os indianos e chineses da Antiguidade tenham estimulado o comércio externo, parecendo portanto ter auferido da sua grande riqueza através da navegação puramente interna.” Adam Smith (1723-1790)

Necessidade económica

“Os desenvolvimentos político, jurídico, filosófico, literário, artístico, etc., assentam sobre o desenvolvimento económico, mas reagindo uns sobre os outros e sobre a própria base económica. Isto não se passa porque a situação económica é a causa, a única causa activa e tudo o resto exerce apenas uma acção passiva. Pelo contrário, trata-se de uma acção … Continuar a ler

Sociedade mercantil

“Uma vez que a divisão do trabalho se tenha estabelecido completamente, só uma parte muito pequena das necessidades de cada pessoa será suprida pelo produto do seu próprio trabalho. De longe a maior parte dessas necessidades terá de ser satisfeita graças à troca da parte do produto do trabalho de cada um que excede o … Continuar a ler

A sedução televisiva

A informação televisiva tornou-se uma espécie de jogo psicológico de atracção e fidelização de espectadores. A estratégia de captação evidente, redundante, ao serviço do êxito comercial dos seus estendidos tempos de anúncios é disso mesmo prova cabal.  Assim os ”telejornais” e outros formatos afins, apresentam-se forçadamente aliciantes, mais compatíveis com o entretenimento, o espectáculo, que … Continuar a ler

"O Mundo não criou o Eu, o Eu não criou o Mundo"

“O Mundo não criou o Eu, o Eu não criou o Mundo, esses são dois objectos para a consciência absoluta, impessoal, e é por ela que eles se encontram religados. Esta consciência absoluta, quando é purificada do Eu, nada mais tem de um sujeito, não é mais uma colecção de representações: ela é simplesmente uma … Continuar a ler

A abolição da arte…

“O ´espírito` que busca a corporificação na arte choca-se com o carácter ´material` da própria arte. A arte é desmascarada como gratuita e a própria materialidade dos instrumentos do artista (e, em particular, no caso da linguagem, a sua historicidade) aparece como um ardil. Praticada num mundo provido de percepções em segunda mão e especificamente … Continuar a ler

Fases de desenvolvimento humano /S. Freud

[haveria correspondência entre…] “(…) as fases do desenvolvimento da visão humana do universo e as fases do desenvolvimento libidinal do indivíduo. À fase animista corresponderia a narcisista, tanto cronologicamente quanto em seu conteúdo; à fase religiosa corresponderia a fase de escolha de objecto, cuja característica é a ligação da criança com os pais; enquanto que … Continuar a ler

O estranho, em Camus

“(…) se tento alcançar este ´eu` de que me apodero, se tento defini-lo e resumi-lo, ele não é mais do que água a escorrer-me por entre os dedos. Posso desenhar um a um todos os rostos que ele sabe tomar e também todos aqueles que lhes foram dados, a educação, a origem, o ardor ou … Continuar a ler

vulcão (nuvem fantástica)

 .  .  nuvem fantástica                     in.: "algures na Rede"

Através da fala

       “Tudo o que é diacrónico na língua, só o é através da fala. É na fala que se encontra o germe de todas as mudanças <linguísticas>.” Ferdinand de Saussure (1857-1913)

Euro euclidiano ("euroclidiano")

A moralidade e o direito, cf. Lao Tsé.

A Decadência "A moralidade e o direito nasceram,quando o homem deixou de viver pela alma do Universo". Lao Tsé   Quando o Caminho Perfeito foi abandonadoa benevolência e a corrupção entraram em modae a hipocrisia foi geral.Como a tirania do intelecto começoua grande insinceridade surgiu.Quando se perdeu a noção da alma,foi decretada a autoridade paterna … Continuar a ler

As nossas certezas

“Para David Hume (1711-1776), na sua obra mais conhecida – Tratado da Natureza Humana – as ideias nem são inatas, nem estabelecem nenhuma correspondência metafísica com os sistemas do universo. Elas são pálidos reflexos das experiências, e noções como alma, eu, substância e identidade são apenas para escamotear as variações e interrupções que existem nas … Continuar a ler

Aquecimento global…

( Também na rede global:) Aquecimento global: uma impostura científica por Marcel Leroux “-É uma fábula o que tu nos contaste”, disse com desprezo o pastor peul (etnia do Senegal). “-Sim, respondeu o caçador de crocodilos, mas uma fábula que todo mundo repete parece muito com a verdade!”. (J. e J. Tharaud, La randonée de Samba … Continuar a ler