“Adesão a uma verdade objetivamente e universalmente válida”

(em português-br)

“Apenas a existência de uma argumentação, que não seja nem coerciva nem arbitrária, dá sentido à liberdade humana, condição de exercício de uma escolha razoável. Se a liberdade fosse apenas adesão necessária a uma ordem natural previamente dada, ela excluiria toda possibilidade de escolha. Se o exercício da liberdade não fosse fundado sobre razões, toda escolha seria irracional e se reduziria a uma decisão arbitrária agindo num vazio intelectual. É graças à possibilidade de uma argumentação, que fornece razões, mas razões não-coercivas, que é possível fugir ao dilema: adesão a uma verdade objetivamente e universalmente válida, ou recurso à sugestão e à violência para fazer admitir suas opiniões e decisões”

Chaïm Perelman (1912-1984) & Olbrechts-Tyteca (1899-1987)

Anúncios

Deixar um apontamento

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: