“Cada sociedade tem seu regime de verdade”…

(em português-br) “Cada sociedade tem seu regime de verdade, sua “política geral” de verdade, isto é, os tipos de discurso que aceita e faz funcionar como verdadeiros…, os meios pelo qual cada um deles é sancionado, as técnicas e procedimentos valorizados na aquisição da verdade; o status daqueles que estão encarregados de dizer o que … Continuar a ler

“As coordenadas e o status material do enunciado fazem parte de seus caracteres intrínsecos”

(em português-br) “(…) Poderíamos falar de enunciado se uma voz não o tivesse enunciado, se uma superfície não registrasse seus signos, se ele não tivesse tomado corpo em um elemento sensível e se não tivesse deixado marca – apenas alguns instantes – em uma memória ou em um espaço? Poderíamos falar de um enunciado como … Continuar a ler

(A Grande Crise da Zona Euro – 2012) The Great Euro Crisis – 2012

http://www.youtube.com/watch?v=PZKykfAaSQE&feature=related (A Grande Crise da Zona Euro – 2012) The Great Euro Crisis – 2012

Leslie T. Chang: The voices of China’s workers (As vozes dos trabalhadores da China)

Leslie T. Chang: The voices of China’s workers (As vozes dos trabalhadores da China)

Michel Foucault : Les Mots et les Choses

Michel Foucault : Les Mots et les Choses  

O regime de produção da verdade.

(em português-br) “(…) o problema político essencial para o intelectual não é criticar os conteúdos ideológicos que estariam ligados à ciência ou fazer com que sua prática científica seja acompanhada por uma ideologia justa, mas saber se é possível constituir uma nova política da verdade. O problema não é mudar a ‘consciência’ das pessoas, ou … Continuar a ler

O verdadeiro problema: o poder.

(em português-br) “Durante muito tempo acreditei que aquilo que corria atrás era uma espécie de análise dos saberes e dos conhecimentos, tais como podem existir em uma sociedade como a nossa: o que se sabe da loucura, o que se sabe da doença, o que se sabe do mundo, da vida? Ora, não creio que … Continuar a ler

Agir apenas contra os que ratificam um sistema de poder…

(em português-br) “Creio que, na maioria das vezes, seria muito razoável agir contra as instituições legais de uma determinada sociedade, se isso permitisse abalar suas fontes de poder e opressão. No entanto, em larga medida, a lei existente representa certos valores humanos respeitáveis. Corretamente interpretada, essa lei permite contornar as ordens do Estado. Creio que … Continuar a ler

Exploração económica da erotização

(em português-br) “O corpo se tornou aquilo que está em jogo numa luta entre os filhos e os pais, entre a criança e as instâncias de controle. A revolta do corpo sexual é o contra-efeito desta ofensiva. Como é que o poder responde? Através de uma exploração econômica (e talvez ideológica) da erotização, desde os … Continuar a ler

“Todo o sistema de educação é uma maneira política de manter ou de modificar a apropriação dos discursos”

“A educação pode muito bem ser, de direito, o instrumento graças ao qual todo o indivíduo, numa sociedade como a nossa, pode ter acesso a qualquer tipo de discurso; sabemos no entanto que, na sua distribuição, naquilo que permite e naquilo que impede, ela segue as linhas que são marcadas pelas distâncias, pelas oposições e … Continuar a ler

Debate Michel Foucault – Noam Chomsky (1971)

El debate Michel Foucault & Noam Chomsky (1971)

A dimensão militar da sociedade

(em português-br) “E, se Deus me der vida, após a loucura, a doença, o crime, a sexualidade, a última coisa que eu desejaria estudar seria o problema da guerra e da instituição da guerra no que se poderia chamar a dimensão militar da sociedade (…) o que faz com que uma nação possa pedir a … Continuar a ler

Por trás do escritor

(em português-br) “Por trás de todo escritor esconde-se a sombra do louco que o sustenta, o domina e o recobre. Poder-se-ia dizer que, no momento em que o escritor escreve, o que ele conta, o que ele produz no próprio ato de escrever não é outra coisa senão a loucura. Esse risco de que um … Continuar a ler

O nome do autor

(em português-br) “Em suma, o nome do autor serve para caracterizar um certo modo de ser do discurso: para um discurso, ter o nome de autor, o fato de se poder dizer “isto foi escrito por fulano” ou “tal indivíduo é o autor”, indica que este discurso não é um discurso cotidiano, indiferente, passageiro, imediatamente … Continuar a ler

Literatura: o lugar de escolhas fundamentais

(em português-br) “Como meus trabalhos concernem essencialmente à história, quando trato do século XIX ou do século XX, prefiro apoiar-me nas análises de obras literárias, mais do que me apoiar nas obras filosóficas. Por exemplo, as escolhas operadas por Sade são muito mais importantes para nós do que o foram para o século XIX. E … Continuar a ler

Michel Foucault – The Culture of the Self

Michel Foucault – The Culture of the Self, First Lecture, Part 1 of 7

O homem e o saber humano

  “(…) uma coisa em todo o caso é certa: é que o homem não é o mais velho problema nem o mais constante que se tem posto ao saber humano (…)” Michel Foucault (1926-1984)

“A verdade é uma coisa deste mundo”

(em português-br) “A verdade é uma coisa deste mundo: ela é produzida apenas em virtude de múltiplas formas de constrangimento. E ela induz efeitos regulares de poder. Cada sociedade tem seu regime de verdade, sua política geral de verdade, isto é, os tipos de discurso que ela aceita e que ela faz com que funcionem … Continuar a ler

“No interior das frases há sempre uma nomeação adormecida”

(em português-br) “Em toda a sua espessura e até os mais arcaicos sons que pela primeira vez a arrancaram ao grito, a linguagem conserva sua função representativa: em cada uma de suas articulações, desde os tempos mais remotos, ela sempre nomeou. em si mesma, é tão-somente um imenso sussurro de denominações que se sobrepõem, se … Continuar a ler

Michel Foucault por Fernando Savater – La Aventura del Pensamiento

Michel Foucault por Fernando Savater – La Aventura del Pensamiento