Alguns postulados de Keynes

Não é verdade que os indivíduos possuem uma ‘liberdade natural’ prescritível nas suas actividades económicas. Não existe um contrato que confira direitos perpétuos aos que já os têm ou aos que os adquirem. O mundo não é de forma alguma governado pela Providência de modo a que sempre coincidam o interesse particular e social… Não é correcto deduzir dos princípios da Economia Política que o interesse próprio esclarecido actue sempre a favor do interesse público. Nem é verdade que o interesse próprio seja em geral esclarecido… A experiência não demonstra que os indivíduos quando integram um todo social sejam sempre menos esclarecidos do que quando agem isoladamente.”

John Keynes (1883-1946)

Anúncios

Deixar um apontamento

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: