A politização do tempo

 “(…) todas as formas de evolucionismo cultural tratam o tempo do passado como algo homogéneo e abstracto que permite a comparação de diferentes sociedades, colocando etiquetas nas sociedades de acordo com uma sequência tipológica previamente definida. Isto não é um processo neutro: é a politização do tempo.”

Michael Shanks e Christopher Tilley

(tradução livre a partir do português-Brasil)

Anúncios

Deixar um apontamento

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: