A crise do parlamentarismo

“Ainda que o bolchevismo seja contido e o fascismo debelado, a crise do parlamentarismo não será facilmente superada no mundo. Pois ela não nasceu do poder de seus adversários; ela os precedeu e continuará após eles. Essa crise resulta das consequências da moderna democracia de massas, e a sua razão última reside na oposição entre um individualismo liberal que comporta um pathos moral e um sentimento democrático de um Estado dominado por ideais essencialmente políticos… É o desentendimento insuperável, nas suas mais profundas entranhas, entre a consciência liberal do homem-indivíduoe a homogeneidade democrática.”

Carl Schmitt (1888-1985)

Deixar um apontamento

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: