Uma vontade consciente

“A criação de novos empregos, a distribuição espacial da população transformam-se num acto consciente da sociedade organizada. Têm que ser decididas pelos órgãos da sociedade, discutidas pelos indivíduos que compõem esses órgãos, e seus efeitos devem ser investigados. Com isso, a redistribuição da população torna-se um acto consciente.

A futura sociedade discute e decide se construirá uma nova fábrica de sapatos numa região de mineração, por exemplo, onde os custos de produção são baixos, ou numa agradável região arborizada, onde os trabalhadores envolvidos nessa produção poderão levar uma vida mais sadia e mais aprazível.

O efeito disso no carácter da nação, a determinação das transformações desse carácter, é algo que a sociedade retoma então para si, e a história futura do povo torna-se o produto dessa vontade consciente.

Desse modo, a nação do futuro conseguirá o que a nação da sociedade produtora de mercadorias jamais poderá alcançar: formar-se a si mesma, moldar o seu próprio destino e determinar conscientemente as futuras transformações de seu carácter.”

Otto Bauer (1882-1938)

Anúncios

Deixar um apontamento

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: