O determinado tem de voltar ao núcleo do ser

Anaximandro [610- 546 a.C] lança no campo da moralidade o devir e a dor sentida pelo Indeterminado, no momento em que algo se desprende dele e se lança na existência, apresentando propriedades definidas e qualidades determinadas. Um sofrimento só comparável, segundo Anaximandro, àquele outro que advém quando novamente o determinado tem de voltar ao núcleo do ser.

In.: Revista AdVerbum (Julho a Dezembro de 2006)

Artigo de: Antonio Edmilson Paschoal

Deixar um apontamento

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: