Em Agosto, personalidade do mês: Karl Popper

“Na medida em que é possível dizer, de um modo geral, que tanto a ciência como o conhecimento começam em algures, então é igualmente válido o que se segue: o conhecimento não parte de percepções, de observações, nem da recolha de dados ou de factos, mas sim de problemas. Sem problemas não há saber, como … Continuar a ler

Cândido (1759)

 (…)      — O senhor está troçando – observou Cândido – pois não existem mais maniqueus no mundo. — Existo eu – protestou Martinho – não sei o que fazer, mas não posso pensar de outra maneira. — O senhor deve estar com o diabo no corpo – disse Cândido.      — Tanto se mete ele nas … Continuar a ler

Mais a roupa do que a pessoa…

  “A história mostra muito mais as acções do que os homens, porque ela só os toma em certos momentos escolhidos, com os seus trajes de gala; ela só mostra o homem público que se arranjou para ser visto; não o segue em sua casa, no seu escritório, na família; junto aos amigos; só o … Continuar a ler

Voragem

                                     voragem                         In.: “algures na Rede”

Amor à liberdade

“Os políticos fazem sobre o amor à liberdade os mesmos sofismas que os filósofos fizeram sobre o estado de natureza: pelas coisas que vêem, julgam coisas muito diferentes que não viram; e atribuem aos homens uma tendência natural à servidão, pela paciência com a qual aqueles que têm sob os seus olhos suportam a sua; … Continuar a ler

Melancolia assimétrica

                                     Melancolia assimétrica                            manipulação digital

Concórdia eterna

“Unamo-nos para defender os fracos da opressão, conter os ambiciosos e assegurar a cada um a posse daquilo que lhe pertence, instituamos regulamentos de justiça e de paz, aos quais todos sejam  obrigados a conformar-se, que não abram excepção para ninguém  e que, submetendo igualmente a deveres mútuos o poderoso e o fraco, reparem de … Continuar a ler

Alexandre Dumas: efeméride

Faz hoje 205 anos que nasceu o romancista francês Alexandre Dumas, pai (24 de Julho de 1802 – 5 de Dezembro de 1870)

Rousseau: liberdade

“Mas as leis eternas da natureza e da ordem existem. Para o sábio, são como uma lei positiva; são escritas no fundo do seu coração pela consciência e pela razão; é a elas que deve sujeitar-se para ser livre, e só é escravo quem age mal, pois fá-lo sempre contra a vontade. A liberdade não … Continuar a ler

Conceitos adicionais

“A necessidade de mudar o sentido dos conceitos estabelecidos e familiares, é crucial no efeito revolucionário da teoria de Einstein. Embora seja mais subtil que as mudanças do geocentrismo para o heliocentrismo, do flogisto para o oxigênio ou dos corpúsculos para as ondas, a transformação resultante não é menos destruidora de um paradigma previamente estabelecido. … Continuar a ler

Povo civilizado

Príncipes sempre viram com prazer a difusão entre seus súbditos do gosto pelas artes e por supérfluos que não resultem em dispêndio de dinheiro. Portanto, além de facilitar essa insignificância espiritual tão apropriada à escravidão, eles sabem bem que as necessidades que o povo cria para ele mesmo são como cadeias que o une… As … Continuar a ler

Efeméride: Vladimir Vladimirovich Maiakovski

* Faz hoje – 19 de Julho de 2007 – 114 anos que nasceu o poeta russo Vladimir Vladimirovich Maiakovski (19 de Julho de 1893-14 de Abril de 1930).

Os homens e os costumes

“Será que não veremos mais renascer esses tempos felizes em que os povos não se metiam a filosofar, mas em que os Platão, os Tales, e os Pitágoras, tomados de um desejo ardente de saber, empreendiam as maiores viagens unicamente para se instruírem, indo sacudir longe o jugo dos preconceitos nacionais, aprender a conhecer os … Continuar a ler

Arte aborígene

                                                    Arte aborígene                            In.: “algures na Rede”

Duas espécies de desigualdade

“Concebo na espécie humana duas espécies de desigualdade: uma, que chamo de natural ou física, porque é estabelecida pela natureza, e que consiste na diferença das idades, da saúde, das forças do corpo e das qualidades do espírito, ou da alma; a outra, que se pode chamar de desigualdade moral ou política, porque depende de … Continuar a ler

Um tributo. Saraband ("cenas familiares")

Saraband de Ingmar Bergman  filme  completo

O que é o presente?

Alberto Caeiro  . Vive . Vive, dizes, no presente, Vive só no presente. Mas eu não quero o presente, quero a realidade; Quero as cousas que existem, não o tempo que as mede. O que é o presente? É uma cousa relativa ao passado e ao futuro. É uma cousa que existe em virtude de … Continuar a ler

Não pertence a ninguém…

“(…) o verdadeiro fundador da sociedade civil foi o primeiro que, tendo cercado o terreno lembrou-se de dizer “isto é meu” e encontrou pessoas suficientemente simples para acreditá-lo. Quantos crimes, guerras, assassínios, misérias e horrores não pouparia ao género humano aquele que, arrancando as estacas ou enchendo o fosso, tivesse gritado a seus semelhantes: «evitai … Continuar a ler

A moda

“Se modernidade se define pela hegemonia do código, a moda, enquanto dimensão total dos signos, é a sua instância emblemática. A moda constitui uma ruptura profunda no pensamento discursivo, mergulhando-o na irreverência absoluta, ela desarticula o esquema tradicional da representação”. Jean Baudrillard (1929-2007)

Miss Mundo 1920

Miss Mundo 1920