Albert Camus, personalidade do mês (Junho 2006)

“Há nos homens mais coisas para admirar que coisas para desesperar.” . Albert Camus (1913-1960) In.: “O Estrangeiro” (1942) . . . . . . . Ao longo deste mês de Junho de 2006 recordaremos o pensamento do escritor filósofo Albert Camus (1913-1960)

bem dentro do tempo…

bem dentro  do tempo…                                                   In.: “algures na Rede”

uma esfera inserida num cilindro

Arquimedes (287 a.C.-212 a.C.) morreu às mãos de um soldado romano quando, em 212 a.C., Siracusa foi conquistada por Roma. Todavia, os romanos respeitavam tanto Arquimedes que, após a sua morte, acederam a um antigo desejo seu e gravaram na sua pedra tumular uma esfera inserida num cilindro, em comemoração da descoberta de que Arquimedes … Continuar a ler

Espiral de Arquimedes

Espiral de Arquimedes

onde os silêncios emudecem…

Silêncio . Assim como do fundo da música brota uma noite que enquanto vibra cresce e se adelgaça até que noutra música emudece, brota do fundo do silêncio outro silêncio, aguda torre, espada, e sobe e cresce e nos suspende e enquanto sobe caem recordações, esperanças, as pequenas mentiras e as grandes, e queremos gritar … Continuar a ler

insectos sociais

insectos sociais  In.:  “algures a Rede“

Pela palavra…

  “Pela palavra não atingimos mais que uma pequena parte do mundo sensorial daqueles a quem nos dirigimos. Quanto maior for a parte do mundo sensível por nós modificada, maior será a importância da comunicação.”   . Pierre Lévy  (n. 1956) filósofo, nasceu na Tunísia. In.: A ideografia dinâmica.  

filosofia

“Acredito que a única maneira clara de definir o objecto da filosofia é dizer que ela se ocupa de todos os resíduos, de todos os problemas que ficam ainda insolúveis, depois de se experimentar todos os métodos aprovados. Ela é o depositário de tudo o que foi abandonado por todas as ciências, em que se … Continuar a ler

Quem entende Arquimedes

“Quem entende Arquimedes e Apolónio, admirará menos as realizações dos homens mais célebres das épocas posteriores”. * Gottfried Wilhelm Leibnitz (1646 – 1716) 

cara ou coroa…

Faz hoje – 22 de Maio de 2006 – 95 anos que o Escudo se torna a moeda oficial, em substituição do Real (22 de Maio de 1911). O escudo será dividido em cem partes iguais, denominados centavos, correspondendo um centavo aos antigos dez réis. Não é por isso uma reforma monetária.

direito e vã severidade…

Vê que aqueles que devem à pobreza Amor divino e ao povo caridade, Amam somente mandos e riqueza, Simulando justiça e integridade. Da feia tirania e de aspereza Fazem direito e vã severidade: Leis em favor do Rei se estabelecem, As em favor do povo só perecem . Os Lusíadas, Canto IX, 28 Luis de … Continuar a ler

equilíbrios vários: – P – G – I – M –

equilíbrios vários

ciência da Hidrostática

Sabe-se que Arquimedes (287 a.C-212 a.C) exerceu influência no trabalho de Galileu Galilei. Com Arquimedes nasceu a ciência da Hidrostática e foi através da sua obra “Sobre os Corpos Flutuantes” que Galileu se inspirou para relacionar a velocidade de queda ou de subida de um corpo em um dado meio com o peso específico do … Continuar a ler

O repouso do guerreiro

O repouso do guerreiro . Depois de ter andado bastante tempo de um lado para o outro, voltou a casa, já com 50 anos. Trazia um bicho. Uma panterasinha negra de seis meses, cheia de ternura, amizade e dentes. Então resolveu ficar sentado, olhando a televisão, os livros, alguma música e várias bebidas. Três anos … Continuar a ler

errado

“Eu nunca morreria por aquilo em que acredito porque  pode acontecer que eu esteja estar errado.” * Bertrand Russell (1872 – 1970) escritor, matemático, e filósofo * Faz hoje – 18 de Maio de 2006 – 134 anos que nasceu Bertrand Russell. Foi prémio Nobel da literatura em 1950. 

acção…

acção… reacção! In.: “algures na Rede“

Eureka!

                 Arquimedes (287 a.C.-212 a.C.) Conta-se que Arquimedes, estando a tomar banho na banheira e descobrindo os princípios da hidrostática, terá vindo exultante para a rua, completamente nu, a gritar: – Eureka! Eureka! Porque razão não se usa esse termo, nem está no dicionário? Haverá alguma palavra que melhor exprima esse raro, feliz e … Continuar a ler

uma descoberta…

Em ensaio publicado na revista Science o professor Reviel Netz, da Universidade de Stanford (EUA), declara que encontrou textos inéditos de Arquimedes em um manuscrito com mais de mil anos, que mostram que ele já lidava com a noção de infinito de forma precisa. . Acredita-se que os gregos não utilizavam a noção de infinito, … Continuar a ler

Entre uivo e poema

A vida sem palavras . Entre riso e sangue, cabeça e espada, entrada e saída, flor e escarro, sempre a vida, a vida sem mais nada, entre estrela e barro.  . Entre homens e bichos entre rua e escadas entre grito e nojo a vida com seus lixo e mãos violadas entre mar e tojo … Continuar a ler

mercado ’rápido’

“Em vez de um mercado massificado com comunicação em um só sentido que se dirige a grandes audiências, haverá mercado ’rápido’ com comunicação bilateral interactiva” . Derrick de Kerckhove (1944- ) A Pele da Cultura (p.98) 1995