ubiquidade (III)

“A proximidade do mundo será tal que a “automobilidade” não será mais necessária. (…) Quando a mobilidade física igualar as performances da mobilidade electrónica, estaremos diante de uma inaudita situação de permutabilidade de lugares. Com efeito, este é o projecto actual. (…) Tecnologia é o que permite essa ubiquidade, e agora podemos começar a pensar nisso. Proximidade, interface única entre todos os corpos, todos os lugares, todos os pontos do mundo – essa é a tendência. E eu levo essa tendência aos extremos. Não se trata de ficção científica.“

Paul Virilio (n. 1932)

Deixar um apontamento

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: