para uma "certa" mónica

Doomsday . . Será quando a trombeta ressoar, como escreve São João, 0 Teólogo. Foi em 1757, segundo o testemunho de Swedenborg. Foi em Israel quando a loba cravou na cruz a carne de Cristo, mas não só nesse instante.   . Acontece em cada pulsação do teu sangue. Não há um momento que não possa … Continuar a ler

atracção irresistivel!…

memória (IX)

” E agora procuro essa memória e a observo e penso que era falsa e que por trás da despedida trivial estava a infinita separação.” . Jorge Luís Borges (1899-1986) In.: Obras completas vol. 2

o que ainda falta…

  albert einstein *** (…) “Não seria difícil chegar a um acordo quanto ao que entendemos por ciência. Ciência é o esforço secular de reunir, através do pensamento sistemático, os fenómenos perceptíveis deste mundo, numa associação tão completa quanto possível. Falando claramente, é a tentativa de reconstrução posterior da existência pelo processo da percepção.”   (…) … Continuar a ler

os pensamentos…

No princípio todos os pensamentos pertencem ao amor. Depois, todo amor pertence aos pensamentos.  Albert Einstein (1879- 1955) ***

Vitória!…

“Toda a propaganda deve ser popular e situar o seu nível no limite das faculdades de assimilação no mais curto dos alcances daqueles a quem se dirige (…).” .  Adolf Hitler (1989-1945)  

virtualidade global

Saddam: virtualidade global

memória (VIII)

“Nossa memória é o repositório de um mundo complexo e imperfeito, criado colectivamente, que não compreendemos e do qual não podemos dar conta. Nela, muito do que gostaríamos de preservar se perdeu; de muito do que preservamos não sabemos a origem, nem queremos preservar. É um emaranhado de coisas obscuras e fugidias fechando algumas poucas … Continuar a ler

tempo (XXX)

  (…) “Poderíamos tentar resumir a teoria de Albert Einstein (1879-1955) dizendo que ela está baseada em dois princípios fundamentais. O primeiro é que o espaço tridimensional e o fluxo do tempo devem ser inseparáveis e considerados como um todo quadridimensional, o espaço-tempo; o segundo é que a velocidade da luz no vácuo terá o … Continuar a ler

feliz natal

Yes, natal que é natal tem que ter estrela bem no topo da árvore, de preferência, banhada de purpurina. Enfeites, efeitos grifes, beijinhos, velas, guardanapos, CDs, framboesas, cartões de crédito, postais e poemas que não falem do absurdo presépio sob o viaduto em construção  * Graça Graúna in Tessituras da Terra-2001 BH-MG  * *

espelho mágico…

(…)   “Tal como Narciso, enamorado pela sua própria imagem a ponto de nela acabar por mergulhar, também nós nos deixamos confundir e prender por aquilo que vemos nessa superfície especular, aqui pensada concretamente a partir da nossa relação sensível com a publicidade exterior. Trata-se de uma das muitas formas possíveis de nos vermos espelhados, nesse … Continuar a ler

… o que é?!

“A ciência pode apenas determinar o que é, não o que deve ser”  Albert Einstein (1879- 1955) Curvatura espaço-tempo

Aniversário Zappa

Frank Zappa by Eric White Faz hoje – 21 de Dezembrode 2005 –  precisamente 65 anos que nasceu  Frank Vincent  Zappa (21Dezembro1940 – 4Dezembro1993)

ubiquidade (III)

“A proximidade do mundo será tal que a “automobilidade” não será mais necessária. (…) Quando a mobilidade física igualar as performances da mobilidade electrónica, estaremos diante de uma inaudita situação de permutabilidade de lugares. Com efeito, este é o projecto actual. (…) Tecnologia é o que permite essa ubiquidade, e agora podemos começar a pensar … Continuar a ler

Dromoscopia (II)

Dromoscopia II                   In.: “algures na Rede”

chegar a conclusões objectivas…

  “…sob certas condições, os capitalistas privados inevitavelmente controlam, directa ou indirectamente, as principais fontes de informação (imprensa, rádio, educação). É então extremamente difícil, e na maior parte dos casos na verdade quase impossível, para o cidadão individual chegar a conclusões objectivas”. Maio,1949 Albert Einstein (1879- 1955)  

la solitude

LA SOLITUDE    . Je suis d’un autre pays que le vôtre, d’une autre quartier, d’une autre solitude. Je m’invente aujourd’hui des chemins de traverse. Je ne suis plus de chez vous. J’attends des mutants. Biologiquement je m’arrange avec l’idée que je me fais de la biologie: je pisse, j’éjacule, je pleure. Il est de toute … Continuar a ler

solitude (cliché)

cliché                                                        (in.: algures na Rede)

Formas para o Nada…

“Faces inumeráveis do Absoluto autógeno, em progresso e entanto imóvel, em quedas e subidas alternadas no fabrico chocamo-nos do fruto   . (perfeito desde os amanhãs e outroras) da semente do Tempo germinada. Até que a alma feliz, esplenda o vôo do cansaço das Formas para o Nada.” * . Anderson Braga Horta (n. 1934), Minas … Continuar a ler

conservação, apenas

. “Todos os nossos actos estão governados pelos nossos impulsos e estes impulsos estão organizados de tal maneira que as nossas acções em geral servem para nossa própria conservação e para conservação da espécie”.  Albert Einstein (1879- 1955)