"um único problema"

 

(…) No caso da cultura, há um único problema, que é económico. Por exemplo, os seriados americanos são revendidos a preços muito baixos, porque já foram pagos na origem e chegam aqui sem nenhuma taxação. Essa produção barata impede que haja uma produção francesa e europeia, porque ela é mais cara. Deveriam adoptar medidas alfandegárias específicas de controlo de preços. É ridículo dizer que o cinema americano é “business” e que o cinema francês é arte. Há arte e “business” em ambos. Não se pode fazer uma barreira cultural. Deve-se suscitar a criação e a inventiva pelo intercâmbio. (…)

 

Edgar Morin (n. 1921)

Anúncios

Deixar um apontamento

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: