"cepticismo virtual"

Demócrito de Abdera (460 a.C.-370 a.C.) diz que em realidade não há cores. Pois o cheio e o vazio, os átomos, são desprovidos de qualidades. Contudo, as composições dos átomos, consequentes de sua ordem, forma e de seu movimento, são coloridas. (Aécio I, 15,8).

 

(…)

Admitindo Demócrito a possibilidade de se alterarem as imagens enquanto marcham através do ar até a inteligência, deu base para um cepticismo virtual. Coincide, neste particular, com o sofista Protágoras, seu conterrâneo e contemporâneo, o qual dizia que “o homem é a medida de todas as coisas”.

Anúncios

Deixar um apontamento

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: