O resto é uma espécie de sono

Assim como Assim como falham as palavras quando querem exprimir qualquer  pensamento, Assim falham os pensamentos quando querem exprimir qualquer realidade, Mas, como a realidade pensada não é a dita mas a pensada. Assim a mesma dita realidade existe, não o ser pensada. Assim tudo o que existe, simplesmente existe. O resto é uma espécie … Continuar a ler

A voz do passado

“aquilo que as pessoas imaginam que aconteceu, e também o que acreditam que poderia ter acontecido – sua imaginação de um passado alternativo e, pois, de um presente alternativo -, pode ser tão fundamental quanto aquilo que de facto aconteceu.”   Paul Thompsom (n. 1935),  A voz do passado

synergetics

Buckminster Fuller, Sinergia e mais além…. Uma referência: Synergetics on the Web Maintained by Kirby Urner 4D Solutions The integration of geometry and philosophy in a single conceptual system providing a common language and accounting for both the physical and metaphysical. Synergetics  

Mel

Molecular Expressions Photo Gallery Color photomicrographs (photographs taken through a microscope) . Honey / Mel . “Honey was the primary source of sugar utilized by ancient civilizations and continues to be popular in modern times despite the proliferation of many other types of sweeteners. Bees produce the golden, viscous substance from the nectar they collect. … Continuar a ler

um sonho convincente

  Abóbada geodésica Pavilhão americano de Montréal, 1967 Richard Buckminster Fuller, arquitecto (1895-1983) “Nenhum homem pode provar ao acordar que é o mesmo que foi para a cama na noite anterior, ou que qualquer coisa que ele se recorde seja algo que não um sonho convincente.” R. Buckminster Fuller

em ciência, nada é absoluto…

  O Universo Newtoniano  A ideia que o universo é uma espécie de um grande relógio que funciona segundo leis naturais simples (matemáticas), e que uma vez posto em movimento por Deus se mantém eternamente, não era seguramente uma ideia nova. Ao longo de todo o século XVII muitos a haviam defendido como Descartes. Mas … Continuar a ler

tempo (XVII)

“No tempo real, na história, cada vez que se depara com diversas alternativas, o homem deve optar por uma e elimina ou perde as outras; mas não no ambíguo tempo da arte, que se parece ao da esperança e ao do esquecimento.” .  Jorge Luís Borges (1899-1986)

diospiros

diospiros

Sei que seria possível…

A FORMA JUSTA . Sei que seria possível construir o mundo justo As cidades poderiam ser claras e lavadas Pelo canto dos espaços e das fontes O céu o mar e a terra estão prontos A saciar a nossa fome do terrestre A terra onde estamos – se ninguém atraiçoasse – proporia Cada dia a … Continuar a ler

Luz "branca"…

Uma das demonstrações que Isaac Newton realizou sobre a luz foi a de que a luz branca continha todos os comprimentos de onda. Através das suas experiências com prismas ópticos provou que esta se decompunha nas cores do arco-íris… .  

A luz de Newton…

“No começo do ano de 1666 (a época em que me dedicava ao polimento de vidros ópticos de outras formas além da esférica), obtive um prisma de vidro triangular para tentar observar com ele o célebre fenómeno das cores” Isaac Newton (4Jan1643-31Mar1727)

22 de Novembro

Em 22 de Novembro de 1497, faz precisamente hoje 507 anos, Vasco da Gama (1469 – 1524) dobrava o Cabo da Boa Esperança, na viagem que veio a ficar universalmente conhecida como a “descoberta do caminho marítimo para a Índia” cujas repercussões transformaram profundamente a Europa e o Mundo de forma irreversível…  

Binómio de Newton

FERNANDO PESSOA  Poesias de Álvaro de Campos O Binómio de Newton é tão belo como a Vênus de Milo. O que há é pouca gente para dar por isso. óóóó—óóóóóó óóó—óóóóóóó óóóóóóóó (O vento lá fora.) Álvaro de Campos, 15-1-1928

faça-se…(duplamente…) luz

               Newton`sApple “A natureza e suas leis escondiam-se nas trevas: e Deus disse, faça-se Newton! E tudo foi iluminado”                                                                                Alexander Pope  (1688-1744)

novas tentativas e pesquisas mais felizes

“Eu peço que esta obra seja lida com indulgência e que os erros inevitáveis em matéria tão difícil sejam menos assunto de recriminação do que oportunidade para novas tentativas e pesquisas mais felizes.” Isaac Newton (1642-1727)   Prefácio do seu “Principia Mathematica”

vestígio fugaz…

vestígio fugaz… (fotografia digital) MR040928

Nemésio

Vitorino Nemésio… dois poemas . A Concha . A minha casa é concha. Como os bichos Segreguei-a de mim com paciência: Fachada de marés, a sonho e lixos, O horto e os muros só areia e ausência.    Minha casa sou eu e os meus caprichos. O orgulho carregado de inocência Se às vezes dá … Continuar a ler

Principia mathematica

“Proponho este trabalho como princípios matemáticos da filosofia, já que o principal problema da filosofia parece ser este: investigar as forças da natureza a partir dos fenómenos do movimento, e depois, a partir dessas forças, demonstrar os outros fenómenos; (…) Gostaria que pudéssemos derivar o resto dos fenómenos da natureza pela mesma espécie de raciocínio … Continuar a ler

Newton by william blake

Newton 1795/circa 1805 William Blake (1757-1827) Colour print finished in ink and watercolour on paper support: 460 x 600 mm, unique.

Remind us again and again…

          . . . . . title | Mnemosyne (or The Lamp of Memory) artist | Dante Gabriel Rossetti  (1828-1882) style | Pre-Raphaelite date | 1881 “Thou fill’st from the winged chalice of the soul Thy lamp, O Memory, fire-winged to its goal.” By Heart  Why suddenly in this Solstice dark Have you … Continuar a ler