efemérides!

29 de Abril de 2004 040429 efemérides Toda a data é dia de um qualquer aniversário assinalável! Se procurarmos bem todos os dias faz anos que aconteceu qualquer coisa de significativo para o colectivo humano. Cultivar a memória, repescar a história, ter consciência do início ou fim de acontecimentos relevantes é apreendê-los numa nova dimensão, é religá-los … Continuar a ler

Alejandra pizarnik

LOS TRABAJOS Y LAS NOCHES . para reconocer en la sed mi emblema para significar el único sueño para no sustentarme nunca de nuevo en el amor he sido toda ofrenda un puro errar de loba en el bosque en la noche de los cuerpos para decir la palabra inocente . .                                           Alejandra Pizarnik … Continuar a ler

tecnologia…

“Tornou-se terrivelmente óbvio que a nossa tecnologia excedeu a nossa humanidade.”                Albert Einstein

relation

“All things appear and disappear because of the concurrence of causes and conditions. Nothing ever exists entirely alone; everything is in relation to everything else.”  Hindu Prince Gautama Siddharta, the founder of Buddhism, 563-483 B.C

identidade

“Quando sonhamos com a nossa identidade, devemos pensar que temos partículas que nasceram no despertar do universo. Temos átomos de carbono que se formaram em sóis anteriores ao nosso, pelo encontro de três núcleos de hélio que se constituíram em moléculas e neuromoléculas na Terra. Somos todos filhos do cosmos, mas transformamo-nos em estranhos através … Continuar a ler

inteiro e limpo

25 de Abril Esta é a madrugada que eu esperava O dia inicial inteiro e limpo Onde emergimos da noite e do silêncio E livres habitamos a superfície do tempo                                            Sophia de Mello Breyner Andresen

modulor

MODULOR (Le Corbusier version of Vitruvian) Charles Edouard Jeanneret Le Corbusier (1887 – 1965) Swiss Architect Famous Buildings: L’Esprit Nouveau Pavilion (Paris) Villa Savoye (Poissy) Unité d’Habitation (Marseilles) L’Esprit Nouveau Le Corbusier is without doubt the most influential, most admired, and most maligned architect of the twentieth century. Through his writing and his buildings, he … Continuar a ler

…Y si duermo…

A la noche Noche fabricadora de embelecos, loca, imaginativa, quimerista, que muestras al que en ti su bien conquista, los montes llanos y los mares secos; habitadora de cerebros huecos, mecánica, filósofa, alquimista, encubridora vil, lince sin vista, espantadiza de tus mismos ecos; la sombra, el miedo, el mal se te atribuya, solícita, poeta, enferma, … Continuar a ler

Eu sou português aqui

Eu Sou Português Aqui Eu sou português aqui em terra e fome talhado feito de barro e carvão rasgado pelo vento norte amante certo da morte no silêncio da agressão. Eu sou português aqui mas nascido deste lado do lado de cá da vida do lado do sofrimento da miséria repetida do pé descalço do … Continuar a ler

sortilégio

Pessoa, de seu nome Fernando António Nogueira Pessoa, construiu a sua Universalidade com uma fantástica projecção planetária que muito dificilmente se negará!… De forma genial posiciona Portugal, também ele, na galáxia luminosa da História do Universo. Sendo bilingue, por várias vezes exaltou a Língua Portuguesa como matriz  eleita  da expressão da sua arte e pensamento. O sonho/presságio de … Continuar a ler

Times … are changing…

“Não há nada mais estável do que a mudança” Bob Dylan

Mais um desenho de da Vinci

Anjo / Estudo Leonardo da Vinci

Caetano, o Baiano

O trem das cores Caetano Veloso _______________ A franja da encosta Cor de laranja Capim rosa chá O mel desses olhos luz Mel de cor ímpar O ouro ainda não bem verde da serra A prata do trem A lua e a estrela Anel de turquesa Os átomos todos dançam Madruga Reluz neblina Crianças cor … Continuar a ler

Choveu.

Francis Ponge CHUVA A chuva, no pátio em que a olho cair, desce em andamentos muito diversos. No centro, é uma fina cortina (ou rede) descontínua, uma queda implacável mas relativamente lenta de gotas provavelmente bastante leves, uma precipitação sempiterna sem vigor, uma fração intensa do meteoro puro. A pouca distância das paredes da direita … Continuar a ler

Nau catarineta

a nau catarineta almada negreiros  NEVOEIRO Nem rei nem lei, nem paz nem guerra, Define com perfil e ser Este fulgor baço da terra Que é Portugal a entristecer– Brilho sem luz e sem arder, Como o que o fogofátuo encerra. Ninguém sabe que coisa quere. Ninguém conhece que alma tem, Nem o que é … Continuar a ler

linguagens

Eugenio Montale (Genova, 1896-1981) . DEPOIS DA CHUVA . Sobre a areia molhada surgem ideogramas de pés de galinha. Olho para trás mas não vejo nem santuário nem asilo de aves. Terá passado um ganso cansado, ou talvez manco. Não saberia decifrar aquela linguagem ainda que fosse chinês. Uma simples aragem a apagará. Não é … Continuar a ler

O dia dos Deuses

O dia dos deuses Amanhã, precisamente amanhã, vou mudar de vida! Vou acordar sem qualquer obrigação, sem qualquer compromisso, sem qualquer dever para cumprir. Sim, estou decidido, vou atirar tudo para o ar. Não mais tarefas cumpridas para fins dúbios; não mais a pressa irracional e inútil; não mais o turbilhão patético de um quotidiano … Continuar a ler

com o tempo…

COM O TEMPO A SABEDORIA Embora muitas sejam as folhas, a raiz é só uma; Ao longo dos enganadores dias da mocidade, Oscilaram ao sol minhas folhas, minhas flores; Agora posso murchar no coração da verdade.                                     W. B. Yeats    (tradução: José Agostinho Baptista)

notável efeméride

Faz hoje, 15 de Abril, 552 (quinhentos e cinquenta e dois) anos que nasceu o notável Leonardo da Vinci ( engenheiro, cientista, arquitecto, inventor, pintor, italiano). Nasceu portanto no ano de 1452, sobre o signo do Carneiro, e morreu com 67 anos de idade em 1519. POLIEDRO Leonardo da Vinci (15 de Abril de 1452 – … Continuar a ler

moebius e um "haiku" também didático

.  moebius. .     Da imaginação     Nasce hialino o irreal     Num belo clarão!    5    Da-i`ma`gi`na`ção 7   Nas`ce-hi`ali`no- o `i`rre`al 5   Num` be`lo`cla`rão! 17 . . MR0404140112